Kristin Allen

Entrevista

QUAL FOI A SUA MAIOR CONQUISTA ATLÉTICA ANTES DE SE JUNTAR AO CIRQUE DU SOLEIL?

Antes de nos juntar ao Cirque du Soleil (em dupla mista com Michael Rodrigues), vencemos o Campeonato Mundial de Ginástica Acrobática na Polónia. Foi nossa maior conquista e objetivo principal. Também, em 2009, marcamos a história por sermos os primeiros Americanos que venceram a medalha de ouro de ginástica acrobática nos Jogos Mundiais.

CONTE-NOS SOBRE SEU PASSADO ATLÉTICO ANTES DE SE JUNTAR AO CIRQUE.

Eu iniciei na ginástica acrobática com 9 anos, como volante em uma dupla mista, e competi na modalidade da ginástica acrobática durante 10 anos. Comecei a participar de competições internacionais quando tinha 12 anos, sendo que a primeira decorreu na Bélgica.

  • Kristin Allen
  • EUA
  • Ginástica acrobática
QUANDO VOCÊ SE JUNTOU AO CIRQUE DU SOLEIL E QUAL FOI O SEU PRIMEIRO CONTATO COM A ORGANIZAÇÃO? QUAL ERA O CONTEXTO?

Entrei para o Cirque em 2010. Fomos abordados por um caçador de talentos. Ele nos contatou duas semanas após termos enviado um pedido de aposentadoria à FIG (Federação Internacional de Ginástica). Seguidamente, nos ofereceu uma vaga no espetáculo Viva ELVIS. Foi a transição perfeita. Apenas um mês após o fim das competições, nós já estávamos em Las Vegas.

CONTE COMO FOI A EXPERIÊNCIA DE TREINAR PARA A APRESENTAÇÃO DO VIVA ELVIS

Trabalhamos com um treinador acrobático e um coreógrafo de danças para criarmos nosso ato no Viva ELVIS. Eles nos ajudaram a desenvolver os personagens do espetáculo. Em nossas rotinas de competição, nós já atuávamos como personagens, então foi bastante divertido explorar ainda mais esse aspeto. Foi muito divertido personificar a Priscilla Presley todas as noites.

COMO FOI SUA INTEGRAÇÃO NO ESPETÁCULO?

Eu acredito que iniciamos com as habilidades tradicionais da Ginástica acrobática, mas em um novo contexto. É muito interessante, pois de certa forma é bastante semelhante à rotina de competição, mas com mais apresentações de dança e atuação. Isso nos permitiu desenvolver também neste aspecto.

EM QUE SENTIDO A PARTICIPAÇÃO EM UM ESPETÁCULO DO CIRQUE DU SOLEIL PERMITIU QUE VOCÊS SE EXPRESSASSEM NA VOSSA MODALIDADE?

Treinamos por muitos anos para desenvolver as habilidades e para sermos consistentes todas as noites no espetáculo. Muito disso é herança dos treinamentos para as competições, antes do Cirque du Soleil. O que nos manteve motivados foi o fato de podermos utilizar nossas habilidades acrobáticas, além de empregarmos características mais artísticas com atuação e dança.

O QUE VOCÊ MAIS GOSTA EM FAZER PARTE DO CIRQUE DU SOLEIL?

A coisa que eu mais gosto é me apresentar para um enorme público todos os dias.

COMO FOI A TRANSIÇÃO ENTRE SUA CARREIRA ANTERIOR E A CARREIRA ATUAL NO CIRQUE?

O Cirque du Soleil proporcionou a melhor transição que eu poderia esperar entre a carreira de competições e profissional. É a melhor coisa que alguém pode fazer após uma carreira atlética, então foi como a etapa seguinte para nós. O Cirque coloca o atleta na posição de um grande acrobata. Trabalhar no palco do Cirque dá a você credibilidade e te faz passar a outro nível.

COMO É A VIDA EM LAS VEGAS?

Eu acho que, assim como mudar para qualquer cidade, há um período de adaptação, mas é demais. Há algo muito especial nessa imersão. Fazer parte da comunidade da artística é algo muito interessante. Estou amando.

QUAL SERIA SEU CONSELHO OU SUGESTÃO AOS JOVENS DA GINÁSTICA ACROBÁTICA?

Continuem apaixonados e desenvolvam o aspecto artístico de suas rotinas. Além disso, façam aulas de atuação e dança paralelamente, pois isso os ajudará no esporte e na carreira futura.

QUAIS FORAM AS OPORTUNIDADES QUE O CIRQUE PROPORCIONOU A VOCÊ?

Muitas experiências incríveis! Pudemos viajar e fomos convidados para atuar em vários eventos especiais, nomeadamente em programas televisivos ao vivo. Uma das minhas oportunidades preferidas foi atuar na "Semana do Elvis" em Graceland.

POR QUE VOCÊ RECOMENDARIA A UM ARTISTA QUE SE JUNTASSE AO CIRQUE?

Eu acredito que o Cirque du Soleil faz sobressair o melhor dos seus artistas. Eles cuidam bem mesmo. Eu me lembro que achei incrível que tudo o que temos de fazer é focar no nosso trabalho, e toda a nossa energia realmente vai para aquilo. Existem muitas pessoas talentosas. A criatividade que nos rodeia é diferente de qualquer outro lugar e isso é realmente inspirador! Eu acho este o melhor lugar que podemos estar em termos artísticos e acrobáticos, e não creio que seja fácil encontrar algo assim em nenhum outro lugar.