Cirque du Soleil
Fechar
 
 

Sala de imprensa

 

Material para a imprensa

O Cirque du Soleil oferece kits para a imprensa de vários espetáculos e informações sobre a empresa.

Cirque du Soleil

Tudo começou em Baie-Saint-Paul, uma pequena cidade próxima a Quebec City, no Canadá. Ali, no início dos anos 80, um grupo de personagens coloridos perambulava pelas ruas, caminhando sobre pernas-de-pau, fazendo malabarismos, dançando, engolindo fogo e tocando músicas. Eles eram os Les Échassiers de Baie-Saint-Paul (os Equilibristas de pernas-de-pau de Baie-Saint-Paul), um grupo teatral fundado por Gilles Ste-Croix. Os habitantes da cidade ficaram impressionados e fascinados com os jovens artistas, incluindo Guy Laliberté, que, mais tarde, fundaria o Cirque du Soleil e ali atuaria como CEO.

 
 
 

Biografia

Violaine Corradi

Composição Musical

Violaine Corradi já fazia parte do Cirque du Soleil pelo trabalho desenvolvido em Dralion. O seu trabalho reflecte a diversidade de influências ao longo da sua vida; é uma fusão de estilos, que combina inspirações recebidas da música folk de todo o mundo.

Nascida em Itália, Violaine chegou a Montreal com quarto anos de idade. O seu pai era compositor e maestro e a sua mãe era cantora de ópera. Seguindo a tradição familiar, estudou canto, piano, clarinete e flauta.

Varekai foi um estimulante desafio na carreira de Violaine Corradi. "No Cirque, os criativos são desafiados a atirar-se para o vazio, como os acrobatas. Mas também lhes é oferecido um ambiente colectivo de criatividade: essa é a nossa rede”, afirma. Recentemente, no Outono de 2008, Violaine compôs a banda sonora de ZAIA, o novo espectáculo residente do Cirque du Soleil no The Venetian, em Macau, China.